12

SUA MENTE É ANALÓGICA OU DIGITAL?



No mundo moderno em que vivemos, estamos revolucionando a idéia pré-concebida do conhecimento estático para alguma coisa mais instável, volúvel e dinâmica. A informática tem tudo a ver com isto, uma vez que ela tem sido o elemento deflagrador destes novos horizontes. Quando falo de uma mente analógica, estou me referindo ao conceito cartesiano, onde o racionalismo empírico não é fracionado, mas é continuísta e cientificista, formatado dentro de uma rede de saberes interligados e comprovados.


Enquanto a “mente digital” produz o seu próprio universo de saberes, independentemente de outras linhas, postulados, dogmas, etc. O saber independente, torna-se cada vez mais acessível e funcional para a sobrevivência deste novo sujeito pós-modernidade digital.

O conhecimento digital é o fruto de uma nova era na comunicação instantânea em todos os seus níveis e possibilidades, sendo um fator que contribuiu enormemente para a constante quebra dos paradigmas científicos, sendo esta a sua maior vertente nesta nova alvorada do conhecimento humano como um todo.


Em outras palavras: A mente analógica não serve mais para absorver a enorme gama de informações disponibilizadas neste mundo novo. É preciso desenvolver uma mente digital, capaz de selecionar mais e melhor o que realmente nos interessa neste oceano de idéias, cada vez mais acessível a todas as pessoas, empresas, grupos, partidos e, em qualquer lugar do planeta.

No período analógico, o saber era estipulado para a vida toda, enquanto na “era digital” o saber é re-inventado a cada momento. As tecnologias são superadas em um curto prazo de tempo, dando lugar as novas formas de se fazer aquilo que ainda há pouco, parecia ser inédito. As novas gerações terão que aprender (cada vez mais) a conviver com uma espécie de cemitério tecnológico em suas vidas de uma forma mais intensa. É a mente digital precisando ser eficiente em descartar tudo aquilo que já caiu em desuso, apenas para poder absorver rapidamente os novos processos já em andamento, sob pena de ficarem perdidas no meio de um monte de ferros-velhos inúteis.


As novas gerações já vem sendo inseridas dentro deste contexto através dos vídeos games, PCs conectados na rede mundial de computadores, celulares multifuncionais, e-books, e-commerce, downloads instantâneos de músicas, filmes, etc. As mentes analógicas tendem a execrar toda esta parafernália como uma forma de autodefesa diante do mundo que se transformou violentamente diante dos seus olhos assustados com toda esta onda mundial. Não é à-toa que muitos idosos se negam a pressionar o botão “Power” dos seus vídeos cassetes...


Quero dizer, DVDs! Eles fingem estarem imunes ou à parte de todo este contexto que muda sistematicamente as formas de nos relacionar uns com os outros. E, diga-se de passagem: Isto é um processo irreversível!


Desenvolver uma mente digital é o grande paradigma deste século para qualquer um que queira sobreviver às mudanças repentinas na nossa rotina de vida. Precisamos estarmos atentos as novas formas de aprendizados, que nesta nova dimensão, não ocorre apenas nas salas de aula de tijolos e argamassa, mas.... Pode e está ocorrendo virtualmente com uma turma de alunos oriunda em diversos países, enquanto o professor dá as dicas diretamente de uma praia paradisíaca no Hawaii. Isto meus amigos, é apenas uma mente pensando digitalmente!


Dr. Marcos Calmon



6

INTELIGÊNCIAL ESPIRITUAL

(Dana Zoar)


A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação. A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular. Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afectam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.

No início do século XX, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um génio se não soubesse lidar com as emoções. A ciência começa o novo milénio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.
Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:

1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo;
2. São levadas por valores. São idealistas;
3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade;
4. São holísticas;
5. Celebram a diversidade;
6. Têm independência;
7. Perguntam sempre “por quê?”;
8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo;
9. Têm espontaneidade;
10.Têm compaixão.

Namasté

0

MANTRAS





Os mantras Tibetanos são entoados como orações, repetidas como as do cristianismo. Contudo, diferentemente do cristianismo, não constituem propriamente um diálogo com Deus. O budismo mahayana do Tibete usa mantras em tibetano, o zen-budismo do Japão os usa em japonês. John Blofeld encontrou em Hong Kong no começo do século XX mantras cuja língua ninguém sabia identificar, e que pareciam uma alteração de um original sânscrito.
Para algumas escolas, especificamente as de fundamentação técnica, mantra pode ser qualquer som, sílaba, palavra, frase ou texto, que detenha um poder específico. Porém, é fundamental que pertença a uma língua morta, na qual os significados e as pronúncias não sofram a erosão dos regionalismos por causa da evolução da língua. Existem mantras para facilitar a concentração e meditação, mantras para energizar, para adormecer ou despertar, para desenvolver chakras ou vibrar canais energéticos afim de desobstruí-los.

Namasté

Fonte:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mantra



0

AUTO-HEMOTERAPIA, VOCÊ CONHECE?




É um recurso terapêutico de baixo custo, simples que se resume em retirar sangue de uma veia e aplicar no músculo, estimulando assim o Sistema Retículo-Endotelial, quadruplicando os macrófagos em todo organismo.

SUMÁRIO:

A técnica é simples: retira-se o sangue de uma veia comumente da prega do cotovelo e aplica-se no músculo, braço ou nádega, sem nada acrescentar ao sangue. O volume retirado varia de 5ml à 20ml, dependendo da gravidade da doença a ser tratada. O sangue, tecido orgânico, em contato com o músculo, tecido extra-vascular, desencadeia uma reação de rejeição do mesmo, estimulando assim o S.R.E. A medula óssea produz mais monócitos que vão colonizar os tecidos orgânicos e recebem então a denominação de macrófagos. Antes da aplicação do sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5%. Após a aplicação a taxa sobe e ao fim de 8h chega a 22%. Durante 5 dias permanece entre 20 e 22% para voltar aos 5% ao fim de 7 dias a partir a aplicação da auto-hemoterapia. A volta aos 5% ocorre quando não há sangue no músculo.As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os corpos estranhos como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de vasos sangüíneos são combatidas pelos macrófagos, que quadruplicados conseguem assim vencer estes estados patológicos ou pelo menos, abrandá-los. No caso particular das doenças auto-imunes a autoagressão decorrente da perversão do Sistema Imunológico é desviada para o sangue aplicado no músculo, melhorando assim o paciente. (Luiz Moura).

Namasté


0

TODO PENSAMENTO É ENERGIA




Todo pensamento cria uma energia, que, quando é fluídica e positiva, atrai a força cósmica e a vibração maior. Por isso é tão importante criar dentro de cada um a energia positiva, para que assim sejam melhoradas todas as energias afetadas pela negatividade.

Para que o pensamento seja direcionado para os lugares que ainda estão totalmente negativos, será realizado um trabalho por meio da determinação e da intenção no sentido de se eliminar as negatividades, para criar a luz e as vibrações positivas.

É muito importante que este trabalho se realize através do mental, emitindo a luz, a força para limpar a mente e o pensamento humano negativo a qualquer distância e em qualquer lugar, tanto no plano horizontal como no vertical. Todas as pessoas poderão se unir para fortalecer a luz e fluidificar esta força cósmica.

Todas as energias são fluidificadas, mas podem se tornar negativas. Basta que uma pequena energia viole a mente, o pensamento ou o corpo, para que a pessoa se torne totalmente negativa.

O carma criado pelas pessoas que emitem um pensamento para desejar o mal, cria uma energia negativa que não se extingue, nem mesmo quando o desejo é alcançado. Por isso, essa energia deverá ser queimada e extinta pelo fogo espiritual. É preciso, portanto que isso ocorra, para extinguir toda energia negativa desde a primeira encarnação.

É necessário pedir perdão de carma, dívida e débito e também perdoar verdadeiramente a todos aqueles que emitiram essas energias, para limpar toda a negatividade, tanto aquela de pensamento quanto aquela captada em todos os lugares.

Hoje, o planeta Terra está inteiramente vibrando com energias negativas, criadas unicamente pelo sofrimento do homem, dos animais, das plantas e de todos os seres viventes. Somente queimando-as é possível se libertar delas e sentir o alívio de seu peso.


Namasté

Fonte:
http://www.lyndha.com/tanaka/energia.htm

0

OS CHAKRAS




Os chakras

0

O QUE É O REIKI?

Reiki é um método de cura natural pelas mãos.

REI significa universal e KI a força da energia vital que está presente, pois pertence ao que é cósmico.

Reiki pode ser então definido como " a Arte e a Ciência da ativação, do direcionamento e da aplicação da Energia Vital Universal, para promover o completo equilíbrio energético, para prevenção das disfunções e para possibilitar as condições necessárias a um completo BEM ESTAR ".

Esta é a ENERGIA que forma os indivíduos em todas as etapas da vida, a porção de FORÇA VITAL (que é uma luz invisível que passa pelo cérebro, o sistema nervoso e as veias) que anima todos os corpos, fazendo com que uns sejam saudáveis, e outros, devido a sua falta, enfermos.







Namasté